Arquivo da categoria: Virtualização – ESX VMWare

VMWare Forum 2013! Evento Gratuito! Inscrições finalizando..

O evento VMware Forum, na sua 5ª edição, é uma oportunidade única de interagir com a VMware, líder mundial em virtualização e infraestrutura na nuvem.

vmforum2013

As inscrições para o VMWare Forum Brasil 2013 estão finalizando.

O VMware Forum é um evento gratuito de um dia voltado para aqueles profissionais de TI que desejam simplificar e transformar a infraestrutura de seu ambiente de trabalho. É para todos os profissionais que desejam melhorar e inovar a sua infraestrutura de TI, datacenter ou a sua estratégia de computação desktop, continuidade de negócios e cloud computing.
Pessoas que serão beneficiadas ao participar do VMware Forum 2013:

• Diretores de Informática, diretores financeiros e diretores gerais.
• Diretores de infraestrutura e de datacenters.
• Administradores e diretores de TI.
• Diretores de segurança.
• Administradores de sistemas.
• Diretores e administradores de aplicativos.
• Diretores de compras de TI.
• Administradores de infraestruturas e arquitetos SAP.

O evento será no seguinte lugar.

Av. das Nações Unidas, 12559
Brooklin Novo, São Paulo,
04795-100, Brasil
+55 11 3055-8000

Para fazer a inscrição clique no banner ou acesse http://vforumlatam.com/homelocal.php?country=Brasil

Abraços

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F | ISO/IEC 27002 |

Anúncios

VMWare Zimbra almejando o mercado do Microsoft Exchange Server

Quem me conhece pessoalmente sabe que sou fã incondicional do Microsoft Exchange Server, ainda mais com essa última versão a 2010, aonde trouxe melhoras significativas , entre elas podemos citar  a da figura abaixo a redução do número de “IOPS” aonde há muitos anos foi um dos pontos de maior atenção dos Implementadores e Administradores de Correio dessa maravilhosa ferramenta.

Você já ouviu falar do Zimbra ou do VMWare Zimbra?

A VMWare comprou a Zimbra em 12 de Janeiro de 2010, que passou a se chamar VMWare Zimbra.

O VMware Zimbra é o maior conjunto de colaboração open source para empresas se comparado às caixas de correio pagas.
VMware Zimbra é a solução de colaboração com mais rápido crescimento na indústria  contando agora com mais de 66 milhões de caixas postais pagas e mais de 200.000 empresas que usam VMware Zimbra como a plataforma de colaboração”, afirma Jim Morrisroe, vice-presidente de Produtos Zimbra.

Para quem quer conhecer um pouco mais dessa solução segue esse o vídeo abaixo:

Michel de Rooij, do blog eightwone.com publicou um artigo comparando as duas plataformas:

Microsoft Exchange Server vs VMWare Zimbra.

Artigo: http://eightwone.com/2012/03/21/thoughts-on-vmware-zimbra-vs-microsoft-exchange/

Abraços

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F | ISO/IEC 27002 |

VMware Distributed Power Mgmt (DPM) reduzindo em até 55% o seu consumo de energia no IDC!

Essa semana tive a oportunidade de estar realizando o curso oficial do Vshpere 4  , na CNT  com o Mestre Miguel Molina e uma turma com profissionais com ótimos conhecimentos de TI.

Me surpreendi com o curso e entendi perfeitamente quando o pessoal comentava que a Microsoft está a no mínimo 2 anos atrás da VMware se tratando de virtualização.
Os caras da VMware são fera mesmo!

Voltei carregado de informações e espero estar compartilhando com vocês em breve.

Uma entre muitas Features que a VMware possui chama-se  VMware Distributed Power Mgmt (DPM) pra quem não conhece :

Basicamente, o DPM mantém ligados apenas os hosts de um cluster necessários para dar conta das máquinas virtuais que estão rodando. Os demais hosts ele põe pra dormir(Desliga o Host Físico) – e os acorda – de acordo com a demanda por capacidade de processamento.

Com isto é possível praticar o redução na conta de energia elétrica e dimunição dos BTUS utilizado pelo ar – condicionado.

É incrível , porém recomendo que ao implementar se faça uma pesquisa profunda sobre tal recurso entendendo perfeitamente sua finalidade e suas restrições.

Vou postar um vídeo que mostra o processo em produção e a redução de cerca de 55% no consumo total de energia em seu ambiente.

Abraços

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F

Passo a passo como converter uma máquina física em Linux para máquina virtual ESX 4.1 -VMWare – VMDK.

Após um bom tempo sem postar, vou postar um passo a passo de como converter uma máquina física em Linux para ESX- VMWare (VMDK).

Vamos utilizar para esse objetivo o VMWare Converter Standalone, o mesmo pode ser baixado no site da VMWare :
http://downloads.vmware.com/d/info/datacenter_downloads/vmware_vcenter_converter_standalone/4_0

Primeiro vamos atentar aos sistemas operacionais que podem ser convertidos pelo Converter Standalone com o  documento abaixo oficial do VMWare .

Após verificarmos os sistemas operacionais acima suportados para conversamos vamos passo a passo.

Após instalação , clique em Converter Machine.

Após será apresentada a seguinte tela abaixo:
Você devera permitir o acesso ao root pelo SSH sem esse não será possível passar dessa parte.

Por questões de segurança muitas distribuições não vem por padrã para permitir  o acesso direto root pelo SSH.
Portanto vou mostar a linha de comando que deverá ser descomentada para permitir o acesso a root pelo arquivo de configuração do SSH , após rodar o converter recomendo voltar a opção com prática de melhor segurança.

No seguinte diretório  etc/ssh , encontramos o arquivo de configuração sshd_config
Após entrarmos neste arquivo de configuração
Através de vi sshd_config
Descomentamos a seguinte linha que permite o login de root pelo SSH.
Salvamos o arquivo de configuração com pressionando (ESC)+ :wq

Após estes vamos para a próxima etapa.
Em view source details observamos a janela com os detalhes da máquina que será convertida.

Agora colocamos a credencial relativa ao servidor de Destino no qual será criado a nova máquina virtual convertida.

Vizualizamos nesta parte as máquinas virtuais já existente no servidor de destino, definimos o nome do novo servidor virtual, aonde será criado o arquivo VMDK localmente ou na Storage como no meu caso em EVA_DATASTORE manterei a versão 7.

Nesta parte alteramos os detalhes da máquina virtual que deverá ser convertida.
Se desejado podemos alterar o tipo de controladora do disco.

Definimos a placa de rede para nossa máquina virtual.

Após conversão podemos definir para ligar a nova máquina e desligar a máquina física que será clonada.

Já defineremos as configurações da placa de rede do nosso servidor virtual.
Em Helper – VM Network.

Observamos o relatório final do que foi definido.

Agora acompanhamos a progressão da conversão.

Se notarmos ao abrir o console da máquina de destino que está sendo clonada poderemos perceber o ínicio do processo conforme imagem abaixo:


Acompanhando a progressão .


Concluído com sucesso !

Vou deixar mais uma dica caso você tenha problemas com a interface de rede você poderá adicionar o modulo correto no linux.
Outra dica importante é alterar a placa de rede no VMWare, conforme documentação oficial na qual ele recomenda o uso de cada placa para cada caso.

Abraços

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F

Adicionando espaço em disco no VMWare ESX – passo a passo Windows Server 2008R2.

Fala galera ,
Dessa vez vou estar mostrando passo a passo como se adiciona espaço em disco para um volume ou partição para as VMS do ESX 4.
Estarei utilizando o utilitário de gerenciamento de disco do Windows 2008R2 para extender o volume, em um outro tutorial estarei mostrando como fazer no Windows 2003 Server através de um utilitário gratuito.

Bom vamos lá

Primeiramente , aconselho que caso efetue este procedimento leia o post anterior afim de verificar alguns pontos importantes:

link: Pontos a validar para aumentar o tamanho do disco de uma VM no ESX

Após estes validados , vamos selecionar a máquina virtual na qual temos o desejo de estar aumentando o tamanho do disco.
Verificarei se não contém nenhum snapshot associado a VM.

Verifiquei através da opção Snapshot Manager que não existe snapshot associado a minha VM.

Agora vamos editar as configurações da VM.

Selecionei o Hard Disk que pretendo alterar no caso Hard Disk 1 e na Opção Provisioned Sized – Defini o tamanho desejado do meu disco.

Após, este atentamos ao Log abaixo no qual é apresentando o status da mudança.

Verifico no gerenciador de disco do Windows 2008 R2 se foi adicionado o espaço não alocado que setamos.

A seguir vamos extender o volume clicando com o botão direito do mouse na unidade C: a que vamos extender.

Adicionando o tamanho do volume .

Após concluir

Conferindo se o objetivo foi alcançado:

Sucesso !!!
Como boa prática eu costumo a reiniciar a VM.

No próximo post estarei mostrando uma ferramenta gratuita na qual o mesmo procedimento pode ser feito para Windows Server 2003 .

Abs

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F

Pontos a validar para aumentar o tamanho do disco de uma VM no ESX 4.1.

Vou deixar uma dica valiosa.

Os pontos que devemos avaliar quando se deseja aumentar o tamanho do disco de uma VM no ESX.

1 – Devemos certificar-se se habilitamos o modo provisioning ao definir um disco de um HOST .
2- Devemos certificar -se se o Host na qual estamos adicionando espaço em disco contém Snapshot.
3- Caso o Disco seja IDE conforme a imagem abaixo não será possível pelo menos nas versões que existem até hoje do ESX, o disco tem que estar no modo SCSI.

Vide imagem abaixo quando o modo Provisioned Size aparece desabilitado.

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F

Habilitando Web Access no Host VMware ESX 4.

Quem já instalou o ESX VMWARE 4 , certamente já precisou ativar a interface de gerenciamento Web. Uma das novidades do  VMware vSphere 4 é que o ambiente de gerenciamento web do host ESX é desativado por padrão.

Segue a dica para ativar.

Modificando a permissão do serviço através do comando:

Iniciando o serviço.

Habilitamos a exceção no firewall para que o serviço seja habilitado logo que iniciado o servidor, sem ser barrado pelo firewall.

Testando e validando os passos acima, acessando via web.

Sucesso
Até a próxima

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F