Arquivos do Blog

Passo a passo como converter uma máquina física em Linux para máquina virtual ESX 4.1 -VMWare – VMDK.

Após um bom tempo sem postar, vou postar um passo a passo de como converter uma máquina física em Linux para ESX- VMWare (VMDK).

Vamos utilizar para esse objetivo o VMWare Converter Standalone, o mesmo pode ser baixado no site da VMWare :
http://downloads.vmware.com/d/info/datacenter_downloads/vmware_vcenter_converter_standalone/4_0

Primeiro vamos atentar aos sistemas operacionais que podem ser convertidos pelo Converter Standalone com o  documento abaixo oficial do VMWare .

Após verificarmos os sistemas operacionais acima suportados para conversamos vamos passo a passo.

Após instalação , clique em Converter Machine.

Após será apresentada a seguinte tela abaixo:
Você devera permitir o acesso ao root pelo SSH sem esse não será possível passar dessa parte.

Por questões de segurança muitas distribuições não vem por padrã para permitir  o acesso direto root pelo SSH.
Portanto vou mostar a linha de comando que deverá ser descomentada para permitir o acesso a root pelo arquivo de configuração do SSH , após rodar o converter recomendo voltar a opção com prática de melhor segurança.

No seguinte diretório  etc/ssh , encontramos o arquivo de configuração sshd_config
Após entrarmos neste arquivo de configuração
Através de vi sshd_config
Descomentamos a seguinte linha que permite o login de root pelo SSH.
Salvamos o arquivo de configuração com pressionando (ESC)+ :wq

Após estes vamos para a próxima etapa.
Em view source details observamos a janela com os detalhes da máquina que será convertida.

Agora colocamos a credencial relativa ao servidor de Destino no qual será criado a nova máquina virtual convertida.

Vizualizamos nesta parte as máquinas virtuais já existente no servidor de destino, definimos o nome do novo servidor virtual, aonde será criado o arquivo VMDK localmente ou na Storage como no meu caso em EVA_DATASTORE manterei a versão 7.

Nesta parte alteramos os detalhes da máquina virtual que deverá ser convertida.
Se desejado podemos alterar o tipo de controladora do disco.

Definimos a placa de rede para nossa máquina virtual.

Após conversão podemos definir para ligar a nova máquina e desligar a máquina física que será clonada.

Já defineremos as configurações da placa de rede do nosso servidor virtual.
Em Helper – VM Network.

Observamos o relatório final do que foi definido.

Agora acompanhamos a progressão da conversão.

Se notarmos ao abrir o console da máquina de destino que está sendo clonada poderemos perceber o ínicio do processo conforme imagem abaixo:


Acompanhando a progressão .


Concluído com sucesso !

Vou deixar mais uma dica caso você tenha problemas com a interface de rede você poderá adicionar o modulo correto no linux.
Outra dica importante é alterar a placa de rede no VMWare, conforme documentação oficial na qual ele recomenda o uso de cada placa para cada caso.

Abraços

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F

Anúncios

Adicionando espaço em disco no VMWare ESX – passo a passo Windows Server 2008R2.

Fala galera ,
Dessa vez vou estar mostrando passo a passo como se adiciona espaço em disco para um volume ou partição para as VMS do ESX 4.
Estarei utilizando o utilitário de gerenciamento de disco do Windows 2008R2 para extender o volume, em um outro tutorial estarei mostrando como fazer no Windows 2003 Server através de um utilitário gratuito.

Bom vamos lá

Primeiramente , aconselho que caso efetue este procedimento leia o post anterior afim de verificar alguns pontos importantes:

link: Pontos a validar para aumentar o tamanho do disco de uma VM no ESX

Após estes validados , vamos selecionar a máquina virtual na qual temos o desejo de estar aumentando o tamanho do disco.
Verificarei se não contém nenhum snapshot associado a VM.

Verifiquei através da opção Snapshot Manager que não existe snapshot associado a minha VM.

Agora vamos editar as configurações da VM.

Selecionei o Hard Disk que pretendo alterar no caso Hard Disk 1 e na Opção Provisioned Sized – Defini o tamanho desejado do meu disco.

Após, este atentamos ao Log abaixo no qual é apresentando o status da mudança.

Verifico no gerenciador de disco do Windows 2008 R2 se foi adicionado o espaço não alocado que setamos.

A seguir vamos extender o volume clicando com o botão direito do mouse na unidade C: a que vamos extender.

Adicionando o tamanho do volume .

Após concluir

Conferindo se o objetivo foi alcançado:

Sucesso !!!
Como boa prática eu costumo a reiniciar a VM.

No próximo post estarei mostrando uma ferramenta gratuita na qual o mesmo procedimento pode ser feito para Windows Server 2003 .

Abs

Aldo Alves
IT – Pro (Infraestrutura)
MCT | VCP | MCITP | MCSA | MCTS | MCDST | MCP | ITIL F